sábado, 3 de outubro de 2009

O QUE É SER ESCOTEIRO?
Aqui você encontrará algumas informações sobre o que escoteiros fazem.
Imagine que você está andando tranqüilamente na rua e, de repente, é atropelado por um bando de gente vestida de pijamas, smurfs, guardinhas de trânsito ou como preferir. Todos ostentando um lenço colorido no pescoço e uma série de brochinhos. Eles pedem desculpas e saem tropeçando, correndo atrás de algo que você não sabe bem o que é. Você pensa: "ora, são Escoteiros! Como são bonitinhos e educados!"...Mas, espere!! Será que você sabe o que fazem os Escoteiros?
"O Movimento Escoteiro é um movimento de jovens com a colaboração de adultos voluntários, sem fins lucrativos, que ajuda os jovens e crianças a desenvolverem seu potencial", diz um deles, animado. Na verdade ele decorou a frase e está prestes a repeti-la ao próximo que perguntar, entregando um folhetinho explicativo (com o telefone escrito, pela 127a. vez, a mão) e com um sorriso enorme. Não importa se ele decorou e as pessoas não entendem direito quando ele fala rápido, o que interessa é que ele sabe muito bem por que está lá e por que gosta do que está fazendo.. A ação do Movimento Escoteiro é fundamentada na vivência de valores éticos, morais e espirituais que orientam a conduta das crianças e jovens para que se torne cidadãos íntegros e responsáveis, no mundo de amanhã. Você vai pensar: "Nãaaoo, não pode ser verdade" e ficará imaginando o tipo de maluco que resolve entrar para o movimento. Mas você está enganado! Nós somos pessoas normais (ou não), e ninguém fica entediado enquanto aprende a ser responsável, pois o nosso método educativo é baseado nos princípios de Baden Powell, que ensinou que devemos aprender através de... Atividades. Sim, atividades! E quanto você paga por isso? Espere! Nós não dissemos ainda que tipos de atividades! Aqui tudo se aprende através de jogos (cansativos ou intelectuais, sujos ou limpinhos, aterrorizantes ou medonhos, engraçados ou extremamente sem nexo, você escolhe sua opção e eles vêm quentinhos!), brincadeiras (sim, aquelas velhas brincadeiras de roda, às vezes com letras em espanhol que ninguém entende mas todo mundo gosta, ou mesmo com gestos um tanto quanto estranhos mas tudo é válido), acampamentos (hummm interessante, estou começando a gostar da história), bivaques, Jogos na Cidade, Caça ao Tesouro, esportes, discussões, reflexões, pintura, teatro, cinema, música, comida, animaizinhos, ciência, lama, radioamadorismo, e muito muito muito mais... E se você aprender tudo direitinho e se dedicar bastante ainda ganha de brinde diversos brochinhos e paninhos coloridos, e quanto mais você tiver mais você quer ter, e, poxa, estou me desviando do assunto. Quando discutimos o que fazer para ajudar as tartaruguinhas, por exemplo, estamos trabalhando a convivência o respeito e a preservação dos recursos naturais, pois acreditamos que para atingirmos o desenvolvimento sustentável, além das ações governamentais é necessário educarmos pessoas para coexistirem pacificamente com o seu meio e serem responsáveis pela qualidade de vida do Planeta. Obviamente esse texto nós copiamos da página do Distrito Bandeirante Acauã. Para isso, planejamos um bocado de atividades que contribuam para a formação de hábitos relacionados com Saúde e Meio Ambiente, como reflorestamento, projetos em parceria com ONG's, campanhas de preservação do nosso meio, além da nossa prática de convivência com a natureza em nossos acampamentos, excursões, escaladas, conversas com minhocas, limpeza de praças, sair correndo de cachorros bravos, etc. E, enquanto fazemos tudo isso, estamos exercitando a vivência em equipe, porque acreditamos que a paz é resultante de uma coexistência fundamentada no respeito às diferenças Culturais, Econômicas e Sociais. O Escotismo é mundial, não tem distinção de religião, raça, classe social, poder econômico, time de futebol ou preferências musicais, tampouco tem vínculo político patridário e finalidade lucrativa. Pessoas que gostam de tomar Toddynho são mais bem-recebidas, mas não se preocupe se esse não é o seu caso, você será acolhido com a mesma empolgação. Ao entrar no movimento você aprende desde técnicas de sobrevivência na selva até como se equilibrar corretamente em cima de uma lona ensaboada, passando por conhecimentos de primeiros socorros, comunicação, como lidar com deficientes, como dar um nó que mais se pareça com o que você aprendeu, como amarrar canecas em um bambu, como pegar um tomate que se pareça com maçã em um campo escuro no meio de um jogo, como dizer "estou com sono" e "tenho frio" em código morse e assim por diante. Eventualmente nós também vendemos biscoitos (geralmente Sequilhos, comprados no Brás a 1 real o quilo e vendidos por 2 a unidade), pois infelizmente nunca há dinheiro o suficiente pra nada, e também ajudamos velhinhas a atravessar a rua, se bem que tem sido difícil andar na calçada e não cair pra trás com aquelas mochilas gigantes. Além do que as velhinhas de hoje estão mais ágeis e fazem compras todas as manhãs no Carrefour, elas que estão começando a dar lugar para Escoteiros cansados. Espero que não tenha se cansado e esteja pronto para continuar nosso alegre passeio nas entranhas (eca!) do Movimento Escoteiro..

7 comentários:

Picles disse...

ótimo texto pra falar de escotismo!...
se gosta de histórias absurdas de pioneiros passe no nosso blog www.possosopensar.blogspot.com

Gabriel disse...

e o blog ressurge das cinzas como uma fenix!

www.xavante179.blogspot.com

Will Caldeira disse...

Rachei de rir..
Parabéns, Joca.

Marcos Lúcio disse...

Descrição acertada. Um tiro no alvo
Parabéns pelo texto.
Até que somos BISCOITEIROS acertou.

Billy
101º PR

ronielvis disse...

e o blog ressurge das cinzas como uma fenix! [2]

muito bom !
SAPS!!

Dri Viaro disse...

Oi, passei pra conhecer seu blog, e desejar boa semana
bjss


aguardo sua visita :)

Gabriel disse...

Rachei de rir..
Parabéns, Joca.

JOCA? hahahahaha o povo nem olha qem escreve e sai dando creditos por ai ¬¬

AUEAuehuAEHUaheuAHEUHae